Destaques, Moda

A cara (ou os pés) do verão brasileiro, as sandálias rasteiras unem conforto, charme e frescor para encarar as altas temperaturas da estação. Além de tudo, é muito fácil de usar e combinar com diferentes looks para diversas ocasiões.

Rasteirinha com vestido longo
Tecidos leves e fluídos de saias e vestidos longos casam muito bem com o uso de rasteirinhas. Para ambientes informais, aposte nos modelos com alças finas combinando com sandálias mais básicas, como as flats; em ambientes mais sérios ou festas formais, escolha vestidos com fendas, mangas longas e detalhes para fechar o look com uma rasteirinha mais arrojada e com detalhes. 

Saia ou vestido curto
Praticamente todos os modelos de saias e vestidos curtos combinam muito bem com as sandálias rasteiras, desde modelos bem estruturados até os mais fluidos. Para o dia a dia, basta prestar atenção na combinação das cores para não errar e montar um visual pesado. Quando a ocasião for chique, combine a saia ou o vestido curto com rasteirinhas de pedraria ou em tons metálicos.

Calça
Os dias quentes nem sempre dispensam o uso de calças, principalmente a jeans que combina perfeitamente com as rasteiras para formar um look urbano descolado – aposte nos modelos de sandálias trançadas.

Uma alternativa ao jeans é a calça pantacourt. Com tecidos leves, o modelo casa muito bem com rasteirinhas mais delicadas que deixam o tornozelo à mostra (modelos com fivelas e detalhes nessa região fazem bem esse papel). A calça legging também pode ser usada com sandálias rasteiras mais discretas.

Shorts
A combinação perfeita do verão: shorts + rasteirinha + blusinha leve. Com certeza essa é uma combinação que não tem erro e que você pode usar sandálias rasteiras gladiadoras ou modelos com velcro. Pra variar na parte de cima, siga o seu estilo para optar entre camisas leves, camisetas descoladas, regatas básicas ou blusinhas mais sofisticadas.

Tags: , , , , , , ,

Bem-estar, Destaques, Saúde

É comum comprar um sapato um pouco mais apertado, acreditando que ele vá lassear com o tempo. É claro que alguns materiais realmente alargam ou afrouxam um pouco com o uso, mas isso pode lhe trazer sérios problemas de saúde nos pés que não valem a pena pela beleza e elegância dos calçados.

Segundo Antonio Borja, membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, a formação de bolhas e calos é um dos menores problemas que podem ocorrer. Dores na face plantar do pé seguidas de desconforto ao caminhar também são “simples” – e isso faz com que as pessoas insistam no uso do modelo inadequado. Mas é com isso que surgem problemas mais sérios como formação de neuromas (tumores benignos que degeneram lentamente as fibras nervosas dos pés), acentuação e desenvolvimento de joanete e fascite plantar (inflamação do calcâneo). Estes problemas, ao longo do tempo, podem causar muitos problemas além de apenas dores.

O médico alerta que um dos equívocos mais comuns na compra dos calçados é a escolha de um sapato apertado, com a expectativa de que ele vá alargar com o uso. Ele explica que, a primeira coisa a perceber é se existe um espaço entre o dedo maior e a ponta do calçado.

Além disso, é fundamental evitar calçados que comprimam a região dos metatarsos (parte mediana do pé). É preciso testar e para verificar se está confortável é bem adaptado ao pé, orienta Borja.

Nossos pés tendem a aumentar com a idade e até mesmo ao final do dia, acabam ficando maiores pela tensão do dia.

Mulheres sofrem mais com a escolha dos sapatos por dois motivos: não deixarem a elegância de lado quando não encontram o tamanho certo e por usarem salto alto por muito tempo. A dica é sempre buscar o modelo mais confortável e não abusar.

Veja mais algumas dicas para encontrar o modelo certo de sapato:

-Evite calçados que apertem a parte mediana dos pés (região dos metatarsos);
-Fique com o calçado pelo menos dez minutos andando pela loja antes de comprar;
-Se o sapato estiver justo, não leve. Lembre-se que no fim do dia os pés incham e a situação complica. Você pode preferir experimentar os sapatos na loja ao fim do dia, quando os pés já estão inchados;
-O ideal é que os dedos se movimentem livremente dentro do sapato;
-Se você trabalha muito tempo em pé ou andando, opte por calçados que possuam sistema de absorção de impacto.

Nós, da FlexPé, estamos à disposição para oferecer sapatos que aliam conforto e beleza para o bem-estar dos seus pés. Venha até uma de nossas lojas!

Tags: , , , , , ,

Destaques, Moda

Ousados e modernos, os calçados metalizados transformam qualquer sapato na atração principal do visual.

Desde o final do ano passado, os tons metálicos e metalizados estão com tudo na moda em diversas peças, inclusive nos sapatos e, por isso, trouxemos algumas dicas de como usar para você brilhar com eles:

Oxford metalizado com saia midi
A mistura do clássico com o moderno é a junção do Oxford com a saia midi. O contraste traz personalidade ao look, sem perder a delicadeza e é uma ótima combinação para sair à noite.


Calça de alfaiataria
Para ter um leve toque de ousadia nos looks de trabalho, aposte na calça de alfaiataria com uma sandália metalizada de salto grosso. Não se preocupe, a classe e a formalidade ficarão presentes neste look.


Look casual com tênis
Se você é mais jovem e descontraída, combine uma calça jeans skinny com uma camiseta solta e um tênis metalizado. Não tem erro para o dia a dia.


Sapatilhas metálicas
O calçado mais versátil dessa moda metalizada, as sapatilhas metalizadas são indispensáveis no armário de qualquer mulher por combinarem com praticamente tudo! De looks românticos com vestidos ou saias rodadas até uma pegada rock’n’roll com shorts destroyed e camisa xadrez, pode apostar nas sapatilhas!

Detalhes metalizados
Se você tem a impressão de que sapatos metálicos são muito extravagantes, procure por calçados que possuam detalhes metalizados – existem modelos para todos os gostos e estilos.

Tags: , , , , , , , ,