Arquivos do Blog

Bem-estar, Destaques, Saúde

Sempre tem aquele dia que o seu humor altera e a convivência fica mais difícil, não é? E quando isso acontece no trabalho, o dia pode ser mais difícil ainda..

Claro que ninguém precisa estar bem-humorado todos os dias, mas a melhor escolha é sempre ter uma boa convivência com quem está em volta. Algumas atitudes e reflexões podem ajudar (e muito!) na hora do estresse.

Veja como melhorar o humor e a convivência no trabalho em um dia difícil:

Não tome decisões

Se você puder, adie as tomadas de decisão para um momento em que você esteja mais com a cabeça no lugar. Boas decisões são tomadas de forma madura, equilibrando os prós e contras de cada situação. No momento do estresse, o comportamento impulsivo pode te levar a tomar decisões equivocadas.

Julgue seus julgamentos

Quando não estamos bem, tendemos a ver as coisas com negatividade. Isso é totalmente influência e reflexo do nosso humor, e dessa maneira você pode ser injusto por causa do seu estado emocional. Seus julgamentos podem ser mais duros com os outros ou até com você mesmo. Por isso é bom respirar fundo e ver se aquilo realmente é a melhor opção ou se é possível deixar para pensar em um dia melhor.

Gentileza gera gentileza

É comum ficarmos com o “pavio curto” em dias ruins, afinal “tudo está dando errado”, não é mesmo? Não, não é. Calma. Você pode estar em um dia ruim, mas todo mundo tem dias assim, portanto é a hora de reconhecer e ter calma, pois tudo vai voltar ao normal. E enquanto isso, você não precisa destratar quem está a sua volta. Tente sempre perceber se suas atitudes e respostas são gentis com seus colegas de trabalho. Se você não conseguir focar nisso de maneira nenhuma, tente evitar e concentre-se apenas no seu trabalho.

Atividades prazerosas 

Se você tiver a oportunidade de escolher as atividades que fará no dia, opte por aquelas que você gosta mais de fazer. Funções prazerosas podem contribuir para amenizar o estresse e o mau humor.

Encurte seu dia de trabalho

Se no seu trabalho tiver a opção de horários flexíveis como trocas de turno ou banco de horas, converse com seu chefe e diminua a jornada de trabalho daquele dia estressante. Em dias de mau-humor, estamos quase no limite e é uma boa evitar situações neste nível, pois as chances de perder o controle e deixar o estresse aumentar ainda mais são grandes. Respire e faça algo que te ajude a relaxar.

Tags: , , ,

Destaques

Alguns alimentos como legumes, frutas e carnes podem ajudar a combater a ansiedade. Isso porque eles possuem aminoácidos, vitaminas e nutrientes que diminuem o estresse, combatem a ansiedade e aumentam os níveis de serotonina, substância neurotransmissora responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento.

Listamos alguns alimentos que devem ter presença fixa em nossas refeições:

Espinafre: contém ácido fólico (folato), uma potente vitamina antidepressiva natural que também combate a ansiedade.

Banana: um estudo do Instituto de Pesquisas de Alimentos e Nutrição das Filipinas mostrou que a banana ajuda no combate à depressão e alivia os sintomas de ansiedade, graças ao alto teor de triptofano que a fruta carrega.

Frutas Cítricas: a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pelo organismo em resposta ao estresse e à ansiedade que transmite essas sensações para todo o corpo. O consumo destas frutas promove o bom funcionamento do sistema nervoso e aumenta a sensação de bem-estar.

Chocolate: rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que auxilia a produção de serotonina, reduzindo a sensação de ansiedade. É recomendado o consumo de 30 gramas de chocolate por dia, do tipo amargo por ser menos calórico e mais rico em flavonoides.

Leite, ovos e derivados magros: fontes ricas em aminoácidos triptofano, que aliviam os sintomas de ansiedade, favorecendo a produção de serotonina.

Carboidratos: eles elevam o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e disposição. Pães, arroz, aveia, feijão, massas, batata, mel, jabuticaba, uvas, maçãs e entre outros, fazem parte deste grupo alimentar que deve ter presença contínua em nossas refeições.

Carnes e peixes: a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina, o “hormônio da felicidade”. Também possuem taurina, aminoácido que aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, usado pelo organismo para controlar fisiologicamente a ansiedade.

Tags: , , ,

Bem-estar, Destaques, Saúde

A rotina corrida, o trânsito, a pressão no trabalho, notícias ruins e todas as preocupações a que somos expostos diariamente são situações que se acumulam e podem afetar a qualidade de vida, causando desconfortos físicos e mentais, com dores e ansiedade.
Essas sensações ruins acontecem porque o corpo permanece em estado de atenção durante um tempo e descarrega hormônios, acelerando a respiração e os batimentos cardíacos, causando tensão e dores musculares. Uma maneira de aliviar esses sintomas é com a massagem. Listamos alguns sintomas e técnicas de automassagem que irão te ajudar. Olha só:

Angústia e ansiedade
O aperto no peito e a mente cheia de tarefas e problemas, podem ser amenizados com um tipo de exercício de jin shin jyutsu, uma técnica de terapia oriental.
Como fazer
Cruze os braços sobre o peito e deixe as mãos sob eles. Fique nesta posição por alguns minutos e sinta a tensão esvaindo. Desfaça esse abraço quando se sentir mais segura.

Dor de cabeça
Cerca de 88% das pessoas sofrem com dores de cabeça, principalmente após um dia exaustivo de trabalho. Com a massagem abhyanga, tradicional da Índia, é possível amenizar esses problemas.
Como fazer
Utilize duas gotas de óleo de amêndoas nos dedos indicador e médio de uma das mãos, coloque entre as sobrancelhas fazendo movimentos circulares no sentido horário, pressionando o local suavemente até a dor de cabeça passar.

Tensão no pescoço
Quando passamos por situações de muito estresse e até pela má postura, a região do pescoço fica enrijecida, tornando-se muito sensível e os movimentos da cabeça e braços ficam doloridos e reduzidos. Para ajudar a reduzir esses sintomas, a técnica de reflexologia podal é a indicada. Ela vê os pés como um mapa dos pontos correspondentes por todas as partes do corpo, que ao serem pressionados, estimulam a dissolução das tensões e dores.
Como fazer
Com os polegares, pressione a sola dos pés firme e delicadamente, deslizando os dedos por toda a região. Depois segure um dedo por vez e puxe-o suavemente e, ao chegar no dedão, faça a automassagem na lateral externa, perto da base, que está o ponto reflexo do pescoço. Repita o procedimento todo no outro pé e quantas vezes forem necessárias.

Dor de estômago
O estômago tem uma ligação direta com o sistema nervoso central e é muito sensível às mudanças de humor e tensões. Ele recebe uma carga muito alta de sinais e produz muito mais ácido gástrico, levando à dor e à queimação. Para aliviar esses incômodos, a técnica recomendada é o do-in, baseada na medicina tradicional chinesa, que utiliza os mesmos pontos da acupuntura.
Como fazer
Vire a palma da mão esquerda para cima e com o polegar da mão direita, pressione o punho, na distância de dois dedos de distância da base da mão, por cerca de cinco minutos. Descanse por um minuto e repita o processo até a dor passar.

Caso os seus sintomas persistam por um longo período, o ideal é procurar a ajuda de um profissional para que o tratamento seja iniciado.

Tags: , , , , , ,