Arquivos do Blog

Destaques

Geralmente, a maioria das pessoas se matricula em uma academia para atingir metas como emagrecer ou ganhar músculos, mas há muitos outros motivos que podem ser benéficos além da estética. Veja algumas outras razões para ir à academia:

Corpo e mente: sabemos que os exercícios trazem efeitos para o corpo, mas também beneficia a mente. Estudos sugerem que o exercício físico promove a função cognitiva do cérebro e até reforça a memória. Malhar depois de estudar também pode ajudar você a guardar a matéria estudada na cabeça, informa a revista Scientific American.

Sono: uma boa noite de sono é um dos principais passos para uma vida saudável, e começar o dia com exercícios pode ajudar nesse quesito. Estudos mostram que atividades físicas pela manhã melhoram a qualidade do sono no período noturno.

Vida sexual: uma rotina de exercícios físicos também auxilia em sua vida sexual, trazendo mais autoconfiança. Um estudo de 2015 constatou que os homens que se exercitam mais sentem melhoras em sua função sexual total.

Bom dia: acordar cedo e praticar exercícios não é sempre tão fácil, mas essa prática causa uma injeção de ânimo e melhora de humor para o restante do dia.

Novas amizades: entre um aparelho e outro na academia, sempre rola aquele bate-papo com os “desconhecidos” que com os treinos vão se tornando amigos. Um parceiro nos treinos ajuda a praticar de forma correta e traz motivação para alcançar as metas, além de ser uma boa distração entre as séries de exercícios.

 

Tags: , , , , , ,

Destaques

Todos nós sabemos que realizar atividades físicas traz benefícios a saúde, mas nem todos praticam. É importante ressaltar a importância deste assunto por causa do sedentarismo. Considerado uma doença, o sedentarismo é a falta ou a diminuição da atividade física. Ficar sem se exercitar pode causar vários tipos de problemas, principalmente os ligados ao sistema cardiovascular.

Além de atingir órgãos vitais como coração, rins e cérebro, o sedentarismo impacta diretamente na saúde dos músculos e ossos, que se tornam mais frágeis por ficarem literalmente “sem uso”, atrofiando, perdendo a flexibilidade e comprometendo a saúde como um todo.

O conceito de uma pessoa sedentária tem relação com a quantidade de calorias que ela gasta semanalmente, seja em atividades esportivas ou nas tarefas do dia a dia. Para ser considerada uma pessoa ativa é preciso queimar 2.200 calorias por semana (cerca de 300 calorias por dia).

Quando falamos de atividade física, não é necessariamente prática de esportes ou exercícios de musculação. Pode ser a caminhada até o trabalho, a subida de alguns degraus nas escadas e até esforços físicos do dia a dia como quando uma dona de casa faz a faxina.

Os riscos do sedentarismo são muitos, podendo causar até a morte através dos problemas desenvolvidos. Obesidade, pressão alta, diabetes, aumento do colesterol, infarto, derrames, depressão, doenças articulares, são algumas das doenças as quais um indivíduo sedentário está sujeito.

Portanto, se você se encaixa nesse perfil que não pratica nenhum tipo de atividade física, é hora de mudar seus hábitos!
Comece devagar, com leves esforços físicos para ir se acostumando. Com o tempo vai perceber o quão saudáveis são os benefícios de uma pessoa ativa.

Tags: , , ,

Bem-estar, Destaques, Esporte, Saúde

Sempre ouvimos falar sobre exercícios físicos e atividades físicas, mas afinal, há alguma diferença entre esses dois termos?
Sim! E nós te contaremos.
Atividade física: é todo movimento do corpo que gaste mais energia do que quando estamos de repouso. Por exemplo: caminhar até o trabalho; passear com o cachorro; brincar com os filhos; dançar; cuidar do jardim.

Exercícios físicos: é uma atividade planejada, repetitiva, com ajuda de um profissional, que tem objetivo de fortalecer a musculatura, ganhar mais condicionamento físico e melhorar as habilidades motoras. Por exemplo: natação; musculação; lutas.

Tanto os exercícios físicos quanto as atividades físicas ajudam em diversas áreas da saúde, como a melhora da autoestima, diminuição dos riscos de depressão, redução do risco de infarto e doenças cardíacas, prevenção do surgimento de diabetes e AVC, além do fortalecimento de articulações, músculos e ossos.

Ou seja, o importante é manter o corpo em movimento.

Tags: , , , ,