Arquivos do Blog

Bem-estar, Destaques, Saúde

A escada ajuda a aumentar o gasto calórico durante o treino e também após o treino. A atividade acelera o metabolismo, fazendo com que o gasto energético se mantenha mesmo após o término.

Para realizar esta atividade, é necessário que ela seja intervalado com alternância de velocidade, sendo necessário de 20 a 30 minutos.

É necessário o aquecimento de 5 minutos, com velocidade mínima de 65% da sua frequência cardíaca máxima. Repita essa sequência cinco vezes, com 2 minutos em velocidade elevada – você deve ficar ofegante, e mais dois minutos de recuperação em velocidade baixa.

Tags: , , , ,

Alimentação, Bem-estar, Destaques, Saúde

Após o seu treino, você sai da academia com muita fome? Isso é muito comum devido a todo o esforço e calorias perdidas durante os exercícios. Porém, alguns cuidados são necessários para que você não perca todo o esforço que teve durante a atividade física. Listamos sete dicas que vão te ajudar a não exagerar na refeição pós-treino.

Fonte: Missyuan

- Não vá em jejum para a academia: desta maneira você não queimará a gordura adequadamente e isso fará com que você sinta muito mais fome depois do treino. Sempre faça alimentações leves e que sustentem, como alimentos ricos em fibras e carboidratos, que te ajudarão a ter ainda mais energia e disposição para enfrentar todos os exercícios.

- Faça uma refeição adequada pós-treino: após o treino, o seu metabolismo continua acelerado por algum tempo, sendo assim, é importante consumir alimentos que demorem para ser digeridos, fazendo com que a fome demore mais para aparecer.

- Atente-se para alguns alimentos no pós-treino: com o metabolismo acelerado, o organismo absorve muito mais nutrientes do alimento. É essencial evitar comidas pesadas, com muito açúcar e gorduras.

- Não fique muitas horas sem comer: o ideal é se alimentar de 3 em 3 horas, evitando assim que você coma muito na hora que a fome bater. Nos dias que você realiza atividades físicas, é necessário seguir isso à risca, para que assim você evite exageros ao retornar.

- Ingira mais verduras e alimentos: esse tipo de alimento ajuda a reduzir a glicemia do organismo, reduzindo assim os picos de fome, além de ser ricos em fibras.

- Coma devagar: ter esse hábito é essencial em qualquer refeição, mas após a academia é ainda mais benéfico, pois assim o seu organismo consegue estimular a sensação de saciedade e te ajuda a evitar exageros.

- Pense antes de comer: antes de correr e preparar o seu prato, pare e pense. Muitas vezes a ansiedade e outras agitações emocionais podem contribuir para que você coma além do que você precisa.

Siga estas dicas e dê um up no seu treino, condicionamento físico e saúde.

Fonte: iTodas – Uol

Tags: , , , ,

Bem-estar, Destaques, Esporte, Saúde

Novas pesquisas apontam que o desempenho dos atletas durante os treinos varia de acordo com o relógio biológico e não com o horário externo, como diziam as antigas pesquisas, que mostravam que quem treina logo cedo ou no início da noite tinham melhores resultados.
Este estudo diverge da ideia de que o que importa é a hora do dia em que a atividade física ocorre e converge para o horário biológico de cada atleta.

Os resultados apontaram que os que acordam muito cedo e os com perfil intermediário tinham curvas de desempenho muito parecidas ao longo do dia, chegando ao ápice da performance após 5 ou 6 horas depois de acordarem. Já os que dormem muito tarde e acordam mais tarde, demoravam cerca de 11 horas para atingir o pico.

Lembrando também que o relógio biológico de cada um é modificável, por exemplo, acordar cedo pode virar um hábito depois de um certo tempo, apesar de ser pouco agradável para alguns.

Fonte: Vogue

Tags: , , ,